Utilizar 220 Volts para economizar na instalação elétrica

Medidor de energia elétrica


 Boa parte dos custos de construção de uma residência são devidos as instalações elétricas, neste post irei dar algumas dicas que podem ajudar a reduzir os custos com a parte elétrica na sua obra.

Observação:

 Em locais com rede onde a tensão das fases é de 220V esta economia já e realizada mesmo no sistema monofásico.

Exemplo I: Sistema monofásico

 Em uma instalação convencional, utiliza-se o sistema monofásico, onde se possui basicamente uma fase, um neutro e um terra para a distribuição elétrica da residência, como esta exemplificado abaixo:

Exemplo de instalação elétrica residencial Monofásica
 Na instalação monofásica os cabos elétricos precisam ser de um diâmetro maior, pois o diâmetro dos cabos e definido pela corrente elétrica que passa por estes, para se calcular a corrente, basta saber a potencia total dos aparelhos instalados na sua residência e colocar na seguinte formula:
Formula para calcular a corrente do circuito
 Como no primeiro exemplo a instalação e monofásica, pegamos por exemplo uma tensão de 127V, que e bem comum em instalações monofásicas no Sudeste.
 Suponhamos que existe uma residência com a seguinte carga elétrica instalada:
Exemplo de consumo elétrico residencial
Colocando na formula, 5830W dividido por 127V resulta em uma corrente nominal no medidor elétrico de 45,90A, como os cabos elétricos são dimensionados a partir das correntes que passam por eles, neste caso seria necessário um cabo de 10mm² para a realização da instalação.

Exemplo II: Sistema Bifásico

 Neste caso, ao invés de utilizar uma instalação monofásica, que contem apenas uma fase, você vai fazer o uso de uma bifásica, que contem duas fases, como no exemplo abaixo:
Exemplo de instalação elétrica residencial Bifásica
 Na instalação bifásica, ao utilizar-se duas fases juntas para a ligação de um equipamento elétrico tem-se a resultante das duas fases, que no sistema de 127V resulta em 220V, sendo assim, na mesma instalação, com 5830W de carga elétrica nos teremos a seguinte corrente utilizando uma instalação bifásica de 220V:
5830/220V = 26,5A, para esta corrente é necessário um cabo de 4mm².

Calculando o diâmetro do cabo para a instalação

 A corrente suportada por cada diâmetro de cabo é definida por norma regulamentadora, abaixo segue uma tabela com as correntes suportadas por cada diâmetro de cabo, e recomendado sempre projetar as correntes totais com um acréscimo de 10% para eventuais sobre-cargas.
Observação: Esta tabela serve apenas para consultas referentes ao condutor cobre, seus valores de corrente suportada estão reduzidos visando a segurança para que possam ser utilizados em instalações elétricas com mais de um condutor dentro do conduíte.

Resultados

 Uma instalação elétrica bifásica gera uma economia muito grande no orçamento de uma obra, realmente vale a pena utilizar deste método de instalação, você não perde a opção de possuir tomadas monofásicas na residência, para isto basta instalar uma tomada que utilize apenas uma fase, um neutro e um fio terra, sendo assim, uma instalação bifásica pode ser bem versátil e util para todos que querem economizar.


Como saber se um aparelho elétrico vai funcionar sem problemas em minha residencia?


 Todos os dias muitas pessoas perdem aparelhos elétricos devido a ligação indevida destes aparelhos nas tomadas sem qualquer análise prévia, isto gera um grande risco de vida para o usuário dos equipamentos, prejuízo financeiro e um imenso medo de eletricidade na vitima.

 Para evitar que isto aconteça, este texto irá lhe dar algumas dicas uteis, que podem salvar seus aparelhos elétricos e ate sua vida.

 No Brasil, existem diversos valores de tensão elétrica, em locais mais distantes, onde esta instalado apenas o sistema de duas fases (Bifásico), pode se encontrar as tensões de 110V e 220V nas instalações elétricas, porem um sistema mais moderno vem sendo implantado em todo o país, que e o sistema trifásico, onde as tensões encontradas são de 127V, 220V ou 380V (este último mais na área industrial), e fundamental saber a tensão de uma tomada antes de se ligar um aparelho elétrico na mesma.

Averiguando a tensão de uma tomada

 O único método confiável de se obter a tensão de uma tomada é com a utilização de instrumentos de medição, chamados voltímetro, você pode aprender a utilizar um voltímetro neste link.
 Se um voltímetro não estiver disponível, com uma conta de luz você pode averiguar a tensão da instalação elétrica na residência, porém, em residências com instalação bifásica você não terá como saber a tensão exata da tomada sem o auxilio de um multímetro
Exemplo de conta de luz
 A imagem acima é um exemplo de conta de energia elétrica da CEMIG, destacado em vermelho está a indicação do número de fases disponíveis na instalação, que neste caso são duas.
 Isto significa, que numa casa onde foram instaladas duas fases, a tensão máxima será a resultante da união destas duas fases, se as fases forem de 127V a união resultante destas duas fases será de 220V, se as fases forem de 220V cada uma, a união destas resultará em 380V.

Averiguando a corrente suportada por uma tomada

 De acordo com o novo padrão Brasileiro de tomadas, foram criadas tomadas para dois tipos de cargas, 10 Amperes e 20 Amperes, isto foi feito para que um aparelho elétrico de carga superior a 10A não consiga ser instalado em uma tomada de 10A, evitando assim os curto-circuitos, porem um conector de 10A pode ser ligado perfeitamente em uma tomada de 20A, facilitando assim a vida de todos.
 Todas estas tomadas possuem um indicador de carga Máxima, geralmente moldado no plastico da tomada na parte frontal ou traseira.
Tomadas novo Padrão

Frequência da rede elétrica local

 Em todo o Brasil, a frequência da rede elétrica e de 60 Hertz, porém em países como o Paraguai a frequência da rede elétrica e de 50 Hertz, isso quer dizer que aparelhos devem ser ligados somente na rede para qual foram projetados para funcionar.

Avaliando o aparelho elétrico a ser utilizado

 Todos os aparelhos elétricos são obrigados por lei a possuir em seus corpos ou em seus carregadores informações sobre sua instalação elétrica, basta averiguar no aparelho os seus parâmetros de funcionamento.
Exemplo 1: Carregador de Notebook
 No exemplo acima está destacada a tensão de operação do carregador do meu notebook, como você já observou a tensão da tomada na qual ele sera conectado, basta observar se a tensão da tomada e compatível com a tensão de operação do notebook, Por exemplo, na sua tomada a tensão é de 127V, como o notebook funciona com tensões de 100 ate 240V você poderia o conectar sem medo!.
 Agora está destacada a corrente exigida pelo aparelho para funcionar, basta ver se ela é menor que a corrente suportada pela sua tomada, caso positivo, o aparelho irá funcionar perfeitamente.

 Porém se você possuir por exemplo um secador de cabelo, que exige 15A para funcionar em 127V você deverá instalar ele em uma tomada para cargas de até 20A.





Como utilizar um voltimetro

Voltimetro Analógico

 Os voltímetros são instrumentos utilizados para a medição da tensão de um circuito, saber como utilizar estes aparelhos é fundamental para qualquer utilização em instalações elétricas, pois o mal-uso do mesmo pode queimar o aparelho se este não for protegido por um fusível.
 O primeiro passo antes de utilizar um voltímetro, é verificar o tipo de corrente suportada por este, alternada, contínua ou todas as duas, para medir tomadas, o voltimetro precisa ser para correntes alternadas, se ele for para todas as duas, você precisa selecionar no equipamento a corrente alternada.



Identificando o tipo de corrente de trabalho do instrumento
 Para saber se o seu voltímetro trabalha em correntes alternadas ou contínuas, basta você verificar a simbologia do mesmo, onde o simbolo de corrente contínua é o seguinte:

Como utilizar um voltimetro
Já o simbolo para corrente alternada é o seguinte:
Agora que você já sabe como selecionar o aparelho correto para cada tipo de medição, você precisa verificar a tensão máxima suportada pela escala do voltímetro, geralmente, alguns voltímetros possuem várias escalas máximas para medição, como por exemplo: 20V, 200V, 750V, caso você queira medir um circuito cujo o qual você já conhece a tensão máxima, utilize a escala mais próxima possível da tensão máxima, porem esta escala precisa ser maior do que a tensão máxima, Caso você desconheça a tensão do circuito, sempre inicie a medição na maior escala possível e vá diminuindo para melhorar a precisão da medição.
Como ligar o voltímetro no circuito
Os voltímetros precisam ser ligados em paralelo no circuito, isto significa, que para se medir uma tomada, você precisa colocar uma ponta de prova na fase e uma ponta de prova no neutro como no exemplo abaixo, onde as linhas preta e vermelha representam as pontas de prova.
Para se medir a tensão de uma fonte, por exemplo você também precisa ligar o voltímetro em paralelo, como no exemplo abaixo
Para medições em circuitos CC você somente precisa ficar atento à polaridade das pontas de prova, onde vermelho e a ponta positiva e preto e a negativa.


Como instalar conectores em cabos Coaxiais (Cabos de antena)

Como instalar conectores em cabos Coaxiais
Fonte da imagem: www.canalbh.com.br
 Muitas pessoas sofrem com uma má recepção de sinal analógico em suas televisões ou precisam instalar um conector em um novo cabo coaxial recém adicionado a sua residência, este tutorial ira ensinar como se instala um conector nestes cabos. Estes conectores, se instalados de maneira correta, podem adicionar uma qualidade muito superior à imagem de sua televisão.

Material Necessário:
Cabo Coaxial pré instalado;
Conector tipo “F” para cabos coaxiais; (imagem)
01 Alicate universal ou algo que corte (Uma faca ou tesoura por exemplo);
Um pequeno pedaço de fita isolante;

 Com o material em mãos, podemos iniciar a instalação, o primeiro passo a se fazer e remover a caba externa do cabo, sem cortar os pequenos fios que ficam dentro dela para isto utilize a ferramenta cortante para realizar um corte levemente na capa do cabo coaxial sem cortar profundamente, conforme a imagem:
Como instalar conectores em cabos Coaxiais

 Se tudo ocorreu bem, o cabo deverá ficar aproximadamente desta forma:

https://www.facebook.com/gamer987316192874

 Estes pequenos “fios” que estão em volta de um outro cabo são vitais para que o sinal de sua tv fique bom, então você deve puxar-los para trás, evitando assim que eles sejam cortados ao se remover a proteção do cabo principal, ficando conforme a imagem:

https://www.facebook.com/gamer987316192874

Agora você precisa remover a proteção do cabo principal com a ferramenta cortante, basta cortar esta proteção ate o cobre ficar exposto sem nada em volta dele, imagem:

https://www.facebook.com/gamer987316192874

Agora o nosso cabo deverá estar da seguinte forma:

https://www.facebook.com/gamer987316192874

Basta pegar o conector “F” e encaixar ele no cabo coaxial:

https://www.facebook.com/gamer987316192874

 E para finalizar basta colocar a fita isolante de forma a segurar o conector F ao cabo coaxial e isolar o cabo

https://www.facebook.com/gamer987316192874

 Espero ter ajudado a melhorar a imagem de sua televisão!